Raquel Melo Morais | Arquitecta

Parcerias | Partnerships
Mark

SERRO DAS PEDRAS - DESCRITIVO DO PROJETO | PROJECT DESCRIPTION

LOCALIZAÇÃO | Monte Serro Das Pedras, Bordeira
PROJECTO | 2016
OBRA |
CLIENTE | PRIVADO
ÁREA DE CONSTRUÇÃO | 218 M2
ARQUITECTURA | Raquel Morais - Coordenação
ESTABILIDADE | João Côrte - Arion
ESPECIALIDADES | João Côrte - Arion
CONSTRUTOR |
A propriedade de 7,4 hectares, situada em Reserva Agrícola Nacional possuí uma zona a norte com um declive acentuado ocupado por uma floresta densa de sobreiros que ocupam o solo desde a linha de água até à casa, cobrindo essa encosta. A casa encontra-se implantada na zona mais alta do terreno, usufruindo de vistas amplas a sul e poente e, a norte da beleza do sobreiral. Entre as construções e a via de acesso, o terreno desce suavemente e sendo este despido de árvores será mais propício à actividade agrícola. Todo o ambiente envolvente ao terreno é rural, são terrenos agrícolas pontuados por pequenas construções de apoio agrícola, habitações e casas de campo - turismos rurais.
Das ruínas existentes temos a habitação com 160 m2 e o anexo com 59 m2 de área bruta de construção. Pretende-se que a casa e o anexo formem um conjunto harmonioso, apesar disso serão distintas em termos de materialidade. Propõe-se uma planta em L na casa principal e mantém-se o tipo de construção das paredes em Taipa, reaproveitando a terra da ruína a demolir. O pátio ajuda a separar espacialmente a zona de quartos dos espaços comuns da casa, trazendo mais luz para o interior. A estrutura do telhado é em vigas lameladas de madeira e forro em tábuas de madeira maciça ou caniçado, suportando a cobertura inclinada em telha de canudo e um terraço lembrando as antigas açoteias. A volumetria do edificado e os vãos de janela e portas que pontuam a fachada fazem referência à arquitectura tradicional, sendo necessário por vezes aumentar a sua área de envidraçado, permitindo o aumento de entrada de luz e ventilação. A caixilharia dos vãos, as portas interiores, exteriores e portadas são em madeira maciça, assim como o revestimento dos pavimentos.
O anexo plaheiro utiliza uma estrutura em madeira maciça, isolamento térmico em cortiça e um forro interior e exterior em madeira sendo pintada de branco pelo exterior, de forma a se compatibilizar com a cal das paredes da casa, proporcionando assim uma harmonia entre as construções.
No interior temos um espaço de arrumos, um hall e uma casa de banho, a área técnica e uma lavandaria. No exterior para além da pérgola, muros e bancos temos zonas de deck e uma passadiço que nos levará através de uma varanda assente sobre pilares para o interior so sobreiral - um espaço de contemplação.