Raquel Melo Morais | Arquitecta

Parcerias | Partnerships
Mark

MORADIA RESTELO -  DESCRITIVO DO PROJETO | PROJECT DESCRIPTION

LOCALIZAÇÃO | Restelo, Lisboa
PROJECTO | 2012
OBRA | 2013 - 2015
CLIENTE | Privado
ÁREA DE CONSTRUÇÃO | 201 M2
ARQUITECTURA | Raquel Morais - Coordenação
ESTABILIDADE | Anatomia Civil
ESPECIALIDADES | Blueorizon - Engenharia
CONSTRUTOR | Coversteel / VPS
Moradia de 1940 situada no Bairro Económico do Restelo, projecto do arquitecto Faria da Costa e que representa a época do Estado Novo, em que houve o desenvolvimento de projectos urbanísticos de grande escala, nomeadamente a introdução de novos bairros habitacionais em zonas, na época, rurais da cidade de Lisboa. As casas apresentam-se de fraca construção, de dimensões reduzidas tendo em conta as actuais necessidades das famílias e, obedecem a um conjunto morfológico próprio de moradias em banda servidas de jardim e arruamentos estreitos.
A intervenção pretendeu melhorar o ambiente construído nesse lote, dando um contributo ao bairro, assim como dotar os espaços com áreas mais generosas que as existentes, imprescindíveis para a família que a pretende habitar. A moradia apresentava-se devoluta e com sinais de degradação, a estrutura e as suas paredes eram frágeis, por isso, optou-se pela solução da demolição total, tendo em conta a obrigatoriedade de refazer a fachada principal, substituindo-se apenas o marmorite por pedra na guarnição dos vãos exteriores e a introdução de um novo desenho da guarda metálica.
A fachada a tardoz traduz-se num grande envidraçado ao nível do piso térreo de forma a prolongar a sala e cozinha para o jardim e, por duas janelas de peito no segundo piso que dão luz aos quartos. No rés-do-chão encontramos as zonas comuns, como a cozinha e a sala de estar e de jantar num mesmo espaço. Do hall de entrada acede-se a todos os espaços: entre eles, uma casa de banho social e as escadas para aceder ao piso 1 e ao sótão. No piso 1 distribuem-se os três quartos, sendo um deles em suite. Os restantes possuem uma casa de banho comum. O sótão é um espaço amplo, serve para arrumos e permite que a luz natural das janelas invada as escadas.